No Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial, os professores da Ed. Infantil e Fundamental 1 do Colégio Salesiano do Salvador (Nazaré) promoveram diversas atividades de reflexão sobre o tema. Pockets shows, pinturas, vídeos e teatrinho de fantoches fizeram parte da programação. A data foi celebrada na terça-feira (21/03).

Nas aulas de capoeira, o professor Ulisses Guimarães também trabalhou o tema durante todo o mês de março e criou o álbum intitulado “Minhas cores, minhas representações, meu corpo e minha pele, tudo tão superficial quanto minha epiderme” que traduz em fotografias o trabalho realizado com os estudantes das escolinhas e do Tempo Integral.

Durante as aulas, os alunos trabalharam o respeito, amor e carinho para com as diferenças, estabelecendo um paralelo entre os diversos estereótipos e formas de racismo, desde o preconceito, que é apenas um pré-julgamento; passando pela discriminação e pela segregação. O objetivo é estimular a criança a ver e compreender o outro como um ser humano, independentemente de suas crenças, credo, religião, cor ou biótipo físico, através de uma linguagem que se aproxima das experiências de vida delas.