POR QUE DOM BOSCO INSPIROU-SE EM SÃO FRANCISCO DE SALES E O ESCOLHEU COMO PATRONO?

(Pe. Tarcizio Paulo Odelli)

No dia 26 de janeiro de 1854, Dom Bosco reuniu quatro jovens no seu quarto e propôs que eles fizessem, com o auxílio de Deus e de São Francisco de Sales, uma experiência de exercício prático de caridade para com o próximo. Eram eles Rocchietti, Artiglia, Cagliero e Rua. Dom Bosco, em certo momento disse: “Nossa Senhora quer que fundemos uma sociedade. Pensei longamente que nome lhe dar. Decidi chamar-nos Salesianos.” Depois, ao fundar a congregação, em 18 de dezembro de 1859, Dom Bosco manteve o nome de Sociedade de São Francisco de Sales.

POR QUE SÃO FRANCISCO DE SALES?

Dom Bosco cultivou uma grande devoção e amor para com o bispo de Genebra, São Francisco de Sales. O Pai e Mestre da juventude fixa-se no essencial do Bispo de Genebra: o Amor que ele vive e propõe desde a amabilidade, a doçura, a compreensão, a paciência, a simplicidade na entrega e no sacrifício, o perdão, a confiança. Dom Bosco assimila e faz sua esta mensagem, tendo em vista seu apostolado entre os jovens.
São Francisco de Sales tem como grande mérito “relembrar” a todos os cristãos o chamado à santidade. Dom Bosco o seguiu neste aspecto, porque sua pedagogia é uma pedagogia de santidade. E propõe, como seu patrono: a santidade não é complicada, é fácil. Não consiste em jejuns, cilícios e dolorosas penitências. Não é tristeza e recusa da felicidade. A santidade é um processo que é feito na vida cotidiana, no dever cumprido, na piedade e na alegria.
Tudo isso leva a confiança no ser humano, a uma visão otimista da vida e do mundo. Esta é a imagem de São Francisco de Sales que Dom Bosco contempla.